Photo by Andrew Latham

O Chile é um país sul-americano que tem muito a oferecer aos seus turistas. Suas atracções turísticas incluem paisagens naturais deslumbrantes e uma vida cultural que é referência na América do Sul.

É um destino perfeito para quem procura degustar uma culinária diversificada e gosta de apreciar um bom vinho, já que os vinhedos chilenos têm fama mundial em termos de qualidade.

Três cidades se destacam como multiculturais e de belezas naturais: Santiago, Viña del Mar e San Pedro de Atacama.

Santiago

Santiago, capital do Chile, é uma cidade cosmopolita e com muitas opções para os turistas. A reputação internacional cresceu tanto que em 2017 a capital chilena foi o terceiro destino turístico mais popular da América do Sul, segundo um relatório da “Imagen de Chile” —entidade que promove o posicionamento do país no exterior.

Photo by Gonzalo Baeza H

Esta posição não é um evento isolado, mas o resultado de uma estratégia sistemática e sustentada, que reúne o sector público e privado para disseminar uma mensagem única, atraente e consistente“, disse a diretora executiva da Imagen de Chile, Myriam Gómez.

Há restaurantes para distintos paladares, bares, cafés, grandes hotéis e lojas, desde pequenas feiras de artesanato até grandes centros comerciais.

A capital chilena também é rica em atracções culturais. O visitante poderá encontrar interessantes museus, como Museu da Memória e dos Direitos Humanos, La Chascona Casa Museo, Museu Chileno de Arte Precolombino, Museu Interativo Mirador e Museu Nacional de Belas Artes.

O visitante encontrará em Santiago belos parques e ruas arborizadas. Além disso, a cidade tem vida nocturna agitada e não faltam opções para entretenimento agradam diferentes gostos e pessoas de diferentes idades.

Viña del Mar

Popular destino de brasileiros e argentinos, Viña del Mar é uma das cidades mais belas do Chile. Com uma população de cerca de 300.000 habitantes, a cidade fica a uma hora e meia a oeste de Santiago e é considerada um dos maiores resorts na costa do Pacífico da América do Sul.

Photo by Jorge Barrios > CC BY-SA 3.0

Viña, como chamada pelos chilenos, começou a ser construída em 1870 como um subúrbio de Valparaíso. Depois que um terremoto de 1906 danificou Valparaíso, Viña del Mar expandiu-se com nova arquitectura e a cidade transformou-se em destino turístico desde então.

A cidade não é tão grande, mas as praias são muito boas. No entanto, nem sempre são adequadas para nadar por conta da fria temperatura das águas do Pacífico e são indicadas para quem gosta de surfar. A praia mais popular em Viña é a Playa Reñaca.

A região também é famosa por suas grandes vinícolas, como Veramonte e Emiliana. Esta última, por exemplo, tem como especialidade a produção de vinhos orgânicos.

Além de belas praias e vários vinhedos por perto, Viña del Mar é desportiva. A cidade foi sede por muito tempo de um importante torneio de ténis da série ATP e frequentemente é palco de um dos maiores eventos da PokerStars no continente sul-americano.

Em relação aos festivais, Viña oferece uma interessante variedade, sendo o mais importante o Festival Internacional da Canção de Viña del Mar. Este já recebeu grandes bandas e nomes da música mundial, como Sting, Simply Red, Jamiroquai, Julio Iglesias e tantos outros.

San Pedro de Atacama

O Chile é uma terra de extremos e, embora seja mais conhecido pela Patagónia no sul do país, também possui um vasto deserto no norte, como em San Pedro de Atacama. A cidade fica ao norte do Chile, faz fronteira com a Bolívia e com a Argentina e serve de base para conhecer o Deserto do Atacama.

Photo by Diego Delso > CC BY-SA 4.0

Em San Pedro de Atacama é possível encontrar regiões únicas como o Valle de la Luna, populações de flamingos e dunas de areia — é um dos lugares mais espectaculares do Chile para acompanhar o pôr-do-sol.

A sintonia de San Pedro com a natureza é algo que impressiona. As casas têm apenas um andar e são construídas de uma mistura de palha com barro há séculos.

A principal rua de San Pedro é a Caracoles. Ela é repleta de restaurantes, bares e agências de turismo que oferecem aos visitantes variadas excursões pelo Atacama e travessias de dois dias até a vizinha Bolívia.

Booking.com