Férias Baratas no Algarve

Posted on April 4th, 2012 by admin in Algarve

O tempo em que passar uns dias por terras algarvias era só para ricos acabou. A crise despoletou a mudança de atitude e os agentes envolvidos no sector do turismo viram-se obrigados a mudar comportamentos. Agora já é perfeitamente possível tirar uns dias de descanso e usufruir de umas agradáveis férias baratas no Algarve, naturalmente bem acompanhadas de uma assinalável variedade de atractivas ofertas para ficar a conhecer melhor este recanto de Portugal que tanto tem para oferecer.

Se há motivo que chame os turistas ao nosso país é sem dúvida o excelente clima típico das paragens mediterrânicas e nessa óptica a região mais a sul do nosso país é um local deveras obrigatório. As praias são absolutamente edílicas, as paisagens veraneantes de uma cativante simplicidade e as temperadas águas convidam a longos mergulhos, argumentos mais do que suficientes para suscitarem o interesse de quem pretende afastar-se por uns tempos do stressante quotidiano.

Para quem gosta de sol e praia o Algarve é certamente uma das melhores alternativas em Portugal e um dos destinos mais procurados pelos turistas europeus, nomeadamente os britânicos e nórdicos. A sua popularidade é inclusive reconhecida mundialmente, tal como o comprova a posição cimeira que esta zona lusitana ocupa na concorrida lista de preferências dos turistas que visitam o Velho Continente ano após ano, atestando assim de forma evidente o enorme poder como atracção turística da região algarvia.

Imperdível no Algarve

Quando se fala nesta província do extremo Sul de Portugal o primeiro pensamento que vem à cabeça é sol e praia, talvez até a expressão pedaço de paraíso, mas a verdade é que nem só dessas características atribuídas o Algarve vive… existem reais pérolas da cora que merecem ser apreciadas, inúmeros locais a visitar e uma vasta quantidade de actividades que se podem realizar. As oportunidades de saber um pouco mais sobre este estimado cantinho do reino das quinas são bastantes e mesmo com uma estadia apertada não existem desculpas que justifiquem desperdiçar a ocasião de tirar partido de alguns dos grandes trunfos algarvios.

É certo que o clima de excepcional do Algarve, dotado de Verões quentes e secos com Invernos curtos e amenos, não é fácil de superar. No entanto, essa conjuntura balnear perfeita seria totalmente secundária se o restante potencial da zona fosse desperdiçado, o que felizmente não se verifica, pois às vantagens concedidas pela natureza, marcadas ainda por uma imensidão azul de fazer luzir os olhos, juntou-se também o prodígio da cozinha portuguesa acompanhada pela excelência do anfitrião lusitano.

Cacela Velha e Sagres: dois marcos nacionais

No vasto lote de espaços a não perder de vista no Algarve está naturalmente o achado da Cacela Velha, aldeia pitoresca nascida numa elevação arenítica e que até há bem pouco tempo dava pelo nome de Sítio da Igreja. Dizem os livros que foi um importantíssimo centro estratégico em vários períodos da história, tendo assumido com Sagres um papel fundamental nos campos da defesa e das trocas comerciais ao longo de vários séculos. É precisamente entre a Ponta de Sagres e o Cabo de São Vicente que têm lugar grandes provas de surf e os famosos avistamentos de golfinhos, experiências que pode viver no sossego das sublimes praias da zona ou no rescaldo de uma aprazível caminhada à beira-mar. Se for mais noctívago terá sobretudo por altura do Verão excelentes ocasiões de entretenimento, entre festivais e outros eventos, não esquecendo a vertente histórico-cultural, num roteiro que deve incluir a visita à incontornável Fortaleza de Sagres.

Carrapateira plena de serenidade

Bastante popular no circuito da pesca desportiva, a Carrapateira ganhou ultimamente projecção junto dos surfistas amadores, mas isso não lhe retirou os encantos que desde sempre atraíram os turistas mais recatados, a tranquilidade, beleza e o enorme sentido de comunidade desta pacata localidade da Costa Vicentina.

A oferta viva da Ria Formosa e Lagos

O amplo património histórico e cultural algarvio foi preservado de forma exemplar em Lagos, uma das cidades que melhor se adaptou aos tempos modernos sem que para isso tenha sacrificado o que a torna única. É, por isso, uma zona ideal para testemunhar dois pólos absolutamente díspares, o tradicional e o contemporâneo, neste caso representados através do ambiente de memória e dos mais recentes espaços, uma dupla harmonia que se pode confirmar na absoluta união de ambos os aspectos.

Se em Lagos o traçado marítimo pelas grutas da Ponta da Piedade é obrigatório também imperativo se torna conhecer o magnífico Parque Natural da Ria Formosa, uma zona protegida que se estende além dos 60 quilómetros e atravessa cinco grandes localidades, desde a praia da Manta Rota ao rio Ancão. São mais de 18 mil hectares de fauna e flora não encontrada na mesma diversidade em nenhum outro recanto de Portugal, sendo, portanto, uma dádiva da natureza definitivamente indispensável em qualquer roteiro turístico pelo Algarve.

Tavira e Faro

Em época de Verão ou qualquer outro período do ano vale a pena admirar o centro histórico da capital algarvia, a Cidade Velha ou Vila Adentro. O seu rasgo tradicional sem dúvida admirável faz par com o interior de Tavira, extremamente conhecida pela sua gastronomia à base de alimentos regionais e por ser um pólo urbano atravessado por um curso de água, neste caso o rio Gilão. E se tiver algum tempo extra recomenda-se uma tardada no areal da Ilha de Tavira, o ponto mais insular da costa algarvia e que se caracteriza pela prática legal do nudismo no espaço mais ocidental da Praia do Barril e na Praia do Homem Nu, zonas há muito predilectas dos adeptos do naturismo.

Aprecie o “grande algarvio” com um orçamento minúsculo

Seja qual for o tipo de roteiro escolhido, tenha ele de ser o mais económico das férias de baixo custo ou o mais dispendioso dos pacotes de luxo, a beleza ímpar do Algarve está ao seu alcance e nada o impedirá de se deleitar com o que de melhor a região tem para oferecer. Só o tempo ditará as regras do itinerário, uma vez que a variedade de hipóteses é elevada o suficiente para que de uma forma ou de outra possa usufruir dos momentos de descanso pelos quais tanto aguardou para apreciar todo o esplendor das líricas paisagens, rica cultura e interessante narrativa histórica, abrindo assim caminho à criação de memórias inesquecíveis.

Onde ficar no Algarve

Este é provavelmente o aspecto mais simples de abordar, pois o que não falta nesta zona do país são ocasiões de residência temporária (e inclusive definitiva). Por isso, encontrar alojamento no Algarve é uma das tarefas menos difíceis do bem extenso processo de planeamento das férias, o que não significa que dispense trabalho ou empenho. Embora seja uma função com um grau de complexidade menor que as restantes, especialmente devido à vastíssima oferta existente neste campo, merece um olhar bastante atento, dado que essa aparente facilidade pode levar a que se tomem as decisões erradas e se acabem por escolher as alternativas menos vantajosas só por uma questão de distracção. Nesse sentido, convém ir reunindo informações no decurso das suas pesquisas, tirando-se assim partido da publicidade e de outras formas de divulgação com que se irá deparar ao longo desta actividade de investigação, e construindo um bom portfolio com dados que posteriormente pode, aliás, deve utilizar no momento de optar pela sua morada para os desejados dias de descanso.

Para quem viaja ao estilo low cost as melhores alternativas de alojamento são de longe as pensões, casas de particulares e motéis, pois o económico couchsurfing ainda é raro por aquelas paragens. Se por ventura o conseguir tornar possível não hesite e já agora peça umas quantas recomendações e sugestões aos seus anfitriões. Certamente que não se vão importar de lhe conceder algumas dicas, até porque é nesse convívio e troca de experiências que reside o carácter ímpar da filosofia associada ao couchsurfing.

Caso eventualmente tenha uma folga considerável no seu orçamento pondere ficar numa unidade hoteleira que se encaixe nas suas possibilidades para estas férias, de preferência com regime de pensão completa. Será (muito) pouco provável que obtenha o preço mais acessível, principalmente na época alta, mas a perseverança é sempre de louvar e nunca um esforço em vão, revelando na maioria dos casos o inesperado, pelo que vale a pena ir deitando o olho com regularidade às promoções que vão sendo lançadas ao longo do ano pelos diversos operadores turísticos do mercado. Nunca se sabe quando surgirá uma oportunidade irrecusável.

O segredo para se conseguirem umas férias baratas no Algarve, aplicável igualmente a qualquer destino, resume-se na verdade a algo bastante elementar, a tradicional e demonstrada fórmula que une planeamento antecipado e pesquisa criteriosa. Desde que tenha em mente uma quantia exacta que não pode ser excedida e projecte tudo o resto de acordo com esse montante concreto, respeitando a regra de ouro da devida antecedência, não terá quaisquer dificuldades em fazer um excelente roteiro por terras algarvias com “apenas” algumas centenas de euros. O que interessa é delinear objectivos à partida e cumpri-los com o máximo rigor.

One Comment on “Férias Baratas no Algarve”

  1. eunice

    Where are the cheap hotels in Algarve?????
    We click in cheap holidays in Algarve and we only see a text about Algarve, but zero hotel names??????

Leave a Reply

More News