O próximo período religioso da fé cristã está quase a chegar e já começam também a surgir as promoções especialmente dedicadas a esses dias. Entre estas encontram-se várias alternativas low cost para um vasto conjunto de destinos, o que embora tenha vindo a tornar-se (mais) habitual ganhou contornos de alargamento nos últimos anos, um pouco “à boleia” da expansão da crise a todos os sectores de actividade.

À semelhança de qualquer proposta de férias, os locais a visitar devem ser tão únicos quanto se conseguir e preferencialmente adaptados aos seus gostos ou desejos para esta época em particular. Por isso, a melhor opção é sempre pensar nas hipóteses e fazer uma lista com estas, partindo daí para a selecção final, porque apesar de as possibilidades serem bastantes há um elevado risco de enveredar por um pacote acessível mas pouco vantajoso na relação entre o que oferece e o seu custo.

Nesse sentido, sugerimos-lhe duas possibilidades, uma variante cultural e outra de pura diversão, cada uma das quais dirigida a momentos diferentes e com vertentes adequadas a férias low cost, mais ou menos dinâmicas, dependendo do orçamento disponível, mas acima de tudo da pesquisa atenta pelo pacote turístico ideal.

Cultura em primeiro lugar

Se é amante do património cultural da humanidade recomenda-se um roteiro por cidades europeias incontornáveis nesse particular, nomeadamente Barcelona, Roma, Atenas e Paris. Outras urbes conhecidas pela sua história devem ser ponderadas, como Londres, Viena ou até mesmo Berlim, mas se nunca se deslocou àquelas quatro primeiras, deixe a “segunda vaga” de propostas para uma fase posterior, quem sabe nas suas próximas férias de Verão.

Antes de adquirir os bilhetes compare bem os valores que lhe são apresentados e opte por serviços completos que já incluam alguns bilhetes para pontos de interesse, porque a regra é existir uma diferença enorme das entradas facultadas pelos operadores turísticos e os espaços a visitar, sendo estes últimos substancialmente mais dispendiosos. Assim, confirme estes pormenores, uma vez que na maioria dos casos pagar uns euros a mais por um plano bonificado acaba por compensar bastante.

Palavra de ordem é diversão

Na eventualidade de querer aproveitar as férias da Páscoa para libertar o stress que foi reprimindo ao longo dos últimos meses, considere os destinos conhecidos pelo ambiente festivo. As alternativas são imensas e a maior dificuldade será provavelmente escolher o local, algo que coincidentemente se assume como uma clara vantagem quando se tem bem definido aquilo que se pretende para os (merecidos) dias de relaxamento.

As praias e locais tropicais são óptimas escolhas para viver bons momentos, onde não faltam os eventos temáticos recheados de música e muito entretenimento para todos os gostos e – algumas – carteiras. O segredo para encontrar uma proposta à sua medida é pesquisar incessante e pacientemente durante o seu tempo livre e ao final do dia, pois só assim conseguirá obter o negócio certo ao preço ideal.

Booking.com